4

Refletindo moda: Inverno 2013!

refletindo moda

Oi gente! Como anunciei ontem pelo twitter, eu estava pesquisando sobre as tendências de moda desse inverno. Tem muita coisa nova, então é bom entender tudo isso e ver o que a gente quer ou não incorporar ao nosso estilo. Bora ver?! Continuar lendo

1

Prazer em conhecê-lo! Sou peplum e ficarei por algum tempo aqui.

Talvez você já tenha ouvido falar nesse tal de peplum, mas queria ouvir também uma definição sobre isso. Bem, nada mais é que um “babado estrategicamente posicionado acima dos quadris” – Elle Br.

“Nós saímos de uma época de guerra, de uniformes, de mulheres-soldados, de ombros quadrados e estruturas de boxeador. Eu desenho femmes-fleurs, de ombros doces, bustos suaves, cinturas marcadas e saias que explodem em volumes e camadas. Quero construir meus vestidos, moldá-los sobre as curvas do corpo. A própria mulher definirá o contorno e o estilo.”
Christian Dior

O “tailleur Bar”, símbolo da primeira coleção assinada por Christian Dior

Esse é um trecho que defini a época e o conceito em que o peplum surgiu. O babado, criado por Christian Dior, trouxe a feminilidade e luxo no chamado “New Look”, época que veio depois da 2° Guerra Mundial. Fazia fama nos anos 50 e agora de volta, apareceu nas passarelas primavera/verão de NY, Londres, Milão e Paris e é queridinho de fashionistas, principalmente pelas que optam o romantismo.
 
 A saia lápis parece que vem como preferida para completar os looks com peplum, mas também existem as versões com calça skinny, vistas na Giorgio Armani e na Yves Saint Laurent.
 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
As saias lápis e as calças skinny evitam que haja muito volume no look. Portanto lembre-se: na hora de escolher quem vai acompanhar o peplum, nada de peças volumosas. Prefira as mais justasTambém saibam, quem tem muito volume no quadril não deve usar peplum, porque eles dão a impressão de um quadril maior.
 
Curtiram? Até mais! 😉