0

Maia Vox TV: Hierarquização dos tipos de cabelo e frustração!

Oi, gente, tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

É com muita alegria que apresento hoje para vocês o primeiro vídeo da série (Des)Enrolando, que foi pensada para avançar no tema empoderamento através da estética, algo que tanto converso com vocês por aqui.

capa desenrolando 1

Continuar lendo

4

#celebrar12: Projeto Blogueirxs Empoderadxs!

E-m-p-o-d-e-r-a-r. Essa palavra já está no seu vocabulário? Eu tenho que confessar que a amo demais. E o que é empoderamento para você? Para mim empoderamento é buscar entender o mundo à sua volta, permitindo-se a aprender sempre e poder passar isso para frente.

Confira aqui todos os posts da tag #EMPODERAR daqui do blog!

Eu sei que nem sempre é fácil continuar a escrever quando parece que ninguém está a fim de ler seus textos – ainda mais quando falamos sobre polêmicas, ou então recebemos uma crítica negativa e nem um pouco construtiva. Mas sei também o quão libertador a escrita pode ser. E se você aí tem um blog e já passou por isso quero lhe fazer um convite!

Eu, Mari Gomes, acabei de criar um grupo chamado Blogueirxs Empoderadxs. Eu não sei você, mas de vez em quando sinto a falta de interação entre blogueirxs além da divulgação de nossos trabalhos. Ter alguém para dividir nossos pensamentos nessa jornada pode ser a diferença entre continuar a escrever ou simplesmente parar. 

Blogueirxs Empoderadxs é um grupo para promover a interação entre blogueirxs que acreditam que produzir conteúdo é uma via de mão dupla e que representatividade e respeito fazem parte do caminho. Um time formado por gente que através de seus conteúdos buscam empoderar a si mesmxs e a seus públicos. Criadores de conteúdos que levantam a voz contra injustiças, esteriótipos e padrões.
Continuar lendo

7

Transição capilar: as blogueiras que me influenciaram!

Ooooi gente! Como vocês estão?

No post de hoje eu vim mostrar para vocês algumas das blogueiras que me influenciaram a entrar na transição capilar e a cuidar dos cabelos nessa etapa. Ao todo são quatro meninas que compartilham sua trajetória cacheada.

As quatro blogueiras: 1 - Letícia Moraes; 2 - Brenda Lima; 3 - Maraísa Fidelis; 4 - Rayza Nicácio (da esquerda para direita, de cima para baixo)

As quatro blogueiras: 1 – Letícia Moraes; 2 – Brenda Lima; 3 – Maraísa Fidelis; 4 – Rayza Nicácio (da esquerda para direita, de cima para baixo)

Iniciando pela Letícia Moraes, do Uma Garota Brasileira, foi lendo os textos dela que comecei a me aventurar nesse universo capilar. Aprendi tantas coisas! Desde como se comporta a estrutura dos fios de cabelo a como disfarçar a diferença de texturas na transição. Foi lá também meu ponto de partida para o cronograma capilar (vou explicar tudo num outro post), o começo da mania de sair lendo os rótulos dos shampoos e a invasão na cozinha só para melhorar a saúde dos cabelos.

Já a Brenda Lima, do About Brenda Lima, me mostrou a liberdade de usar os cabelos naturais. Acompanho ela mais ou menos desde o início de sua transição e nos momentos mais complicados que passo, é lá que encontro apoio nas palavras de quem já teve dificuldades parecidas. Estou louca para que meu cabelo atinja o mesmo tamanho que o dela! *–*

Com a Maraísa, do Beleza Interior, me espelho bastante na vontade, coragem e postura para sair pelas ruas com meus cachos – ainda na base dos coquinhos, mas meus. Ela acabou fazendo o Big Chop (Grande Corte) com poucos meses de raiz cacheada. Isso a deixou bem insegura no começo, porém ela decidiu abusar dos acessórios para compensar o comprimento curtíssimo. Não tenho a coragem de cortar tudo alisado agora, nos meus quatro meses de transição, mas pelo menos já sei onde me inspirar quando essa fase chegar.

Não menos importante – meeeesmo – tem a Rayza Nicácio. Com certeza você já deve ter visto ela num de seus vídeos no canal do youtube da moça, que por sinal tem de tudo! Penteados, dicas de produtos, técnicas para os cachos, maquiagem… Apesar de não ter passado pela transição como as outras três blogueiras, a Rayza já teve problemas em aceitar seu cabelo cacheado quando mais nova e hoje é super defensora de que todos soltem os cachos, e quanto mais volume melhor. Ah, pelo quadro “Íntimas da Ray”, dá para conhecer a história de muitas outras pessoas que resolveram não mais esconder os espirais e ondas naturais lá no blog dela.

E essas quatro blogueiras continuam me influenciando, me ajudando a prosseguir com toda a história da transição. Não deixem de dar uma visitada no blog delas. Aposto que vão gostar! Ah, logo trarei umas surpresas sobre a séries de postagens da minha transição! Até mais e fiquem atentos! 😉

Fiquem ligadinhos nas redes sociais do blog!

FACEBOOK • TWITTER • PINTEREST • FASHIOLISTA

Galeria
4

Primeiro projeto 6 on 6: Infância!

Hey gente! Eu sei que andei sumida nesses dias, mas finalmente estou de volta e com uma super novidade para vocês! Estou participando de um projeto fotográfico com outras cinco blogueiras, o chamado 6 on 6! 😀

Provavelmente vocês já devem ter visto algum, mas se não, vou explicar como funciona: a cada novo mês, 6 blogueiras postaram 6 fotos – relacionadas a um tema ou não.

Pois bem, para começar esse projeto, escolhemos o tema “Infância”, já que esse mês comemora-se o Dia das Crianças. Então, decidimos fotografar sobre coisas que relembrem a nossa infância.

E com vocês, as minhas memórias de quando eu era pequenina.

6 on 6 (1 ) blog maia vox  desenhos

Esses são alguns desenhos antigos, coisa que eu adorava fazer, principalmente nos fins de semana.

Não sei se perceberam, mas eu adorava pintar árvores, borboletas, passarinhos e, como muitas outras crianças, dois morrinhos com o Sol entre eles.

6 on 6 (1 ) blog maia vox  livros

Meus livros preferidos.

O primeiro livro da sequência foi um dos primeiros que eu tive. Nele se contava a história de uma ratinha que aprendia a organizar e guardar as coisas e assim nunca perdia nada, inclusive o dinheiro que tinha para comprar sorvete kkk. Hoje ele está meio acabado, mas antigamente vinha com um cofre acoplado ao livro, que tocava música toda vez que uma nova moeda chegava. Eu simplesmente o amava!

6 on 6 (1 ) blog maia vox bolsa

Levava essa bolsa para tudo que era lugar.

Ganhei ela ainda muito novinha e era uma das coisas que não largava quando saia. Além dela, tinha uma camponesinha ruiva, que infelizmente não está comigo por esses dias para eu mostrar aqui. :/

6 on 6 (1 ) blog maia vox  boneca amiguinha

Quem aí também já teve uma boneca amiguinha? \o/

Quantas horas passei brincando com essa boneca? E quem aí não brincou com uma dessas também? Nunca teve nome, porque eu realmente não era muito boa de lembrar depois e por fim inventava outro a cada vez, mas sei que vivia ao lado dela. Qual o brinquedo que vocês mais gostavam?

6 on 6 (1 ) blog maia vox  cidade 1

Uma tarde de lembranças.

Nesse fim de semana, dei um passada na cidade em que vivi quando pequena e esse foi o motivo de ter sumido nos últimos dias. Fiquei muito feliz e não pudia deixar de tirar foto de um lugar que me marcou tanto, né!? O resultado disso foram essa foto acima e o pôr-do-sol (minha favorita) abaixo.

6 on 6 (1 ) blog maia vox  por do sol

Para fechar com chave de ouro.

E então meninos e meninas, quais foram as passagens mais memoráveis da infância de vocês? Se identificaram com alguma das fotos? Estou ansiosa em saber! Beijocas e até a próxima! 😉

10

Conversa entre blogueiras: A melhor parte em ter um blog!

1236595_648343598516989_1823140974_n

Olá gente! Hoje é dia da coluna entre blogueiras aqui no blog e o tema da vez é sobre o que nos faz gostar tanto de blogar. Depois dos últimos posts (aqui) termos comentado sobre a parte mais difícil chegou o momento de contar a melhor, até por conta do dia do blog (31 de Agosto)! Então, é hora de ver o que nós achamos sobre isso! 😉 Continuar lendo

4

Conversa entre blogueiras: Blogueira X Timidez

conversa entre blogueiras cabeçalho

E aí galera! Hoje é dia de conversa entre blogueiras!!! A coluna vai sair de 15 em 15 dias e o tema de hoje é Blogueira X Timidez, ou seja, a gente comentou se somos tranquilas ao falar para todo mundo que nos conhece que somos blogueiras. Bem, é melhor ler as opiniões das meninas par entender essa história… C’mon!

conversa entre blogueiras milena soares Milena Soares, de São Luís (MA) e do blog PS Milena:

Ter um blog e ser tímida é bem complicado! É bem estranho alguém do seu colégio chegar e falar “ah tava olhando teu blog” ao mesmo tempo que dá vontade de dar uns pulinhos de felicidade, dá um medo… A pessoa visitou meu blog, viu meus posts, meus vídeos, minhas fotos
Nem todo mundo sabe entender os gostos das outras pessoas, poucos sabem te entender realmente, poucos sabem que aquilo é importante pra você!
Uns dizem que é besteira, que você nunca vai conseguir nada com o teu blog, e é isso que acaba me deixando com um certo medo de divulgar, se for pra receber comentários negativos melhor nem divulgar. Mas é tão legal ser elogiada por aquilo que você faz!
Acho que as pessoas tem que aprender a respeitar as outras do jeito que elas são e não criticar porque ela é diferente que você.

conversa entre blogueiras bruna britoBruna Brito, de Pires do Rio (GO) e do blog Agora que Cresci:

Ser blogueira e tímida é bem irônico, mas tudo bem sempre fui irônica. Acho que a maioria das pessoas que criam um blog normalmente são tímidas na “vida real” ou não se encaixam nos padrões impostos “lá fora”. Muitas vezes o blog é o refúgio, o lugar onde podemos ser nós mesmos sem ter ninguém para julgar. Mas quando pessoas conhecidas começam a conhecer esse outro lado nosso que antes era desconhecido para elas, a timidez toma conta da gente. Passei por isso muitas vezes quando alguém falava que lia meu blog ou elogiava, uma coisa é você estar na frente de um computador lendo e escrevendo e outra bem diferente e estar cara a cara com a pessoa. Mas aos poucos a gente vai aprendendo a superar e a mostrar ao mundo que não somos só essa “casca” somos pessoas, somos blogueiras!

conversa entre blogueiras leticia de oliveiraLetícia de Oliveira, idealizadora do projeto, do Rio de Janeiro e do blog Ddreams:

 Nunca fui tímida, sou do tipo de pessoa que onde chega faz amizade. Só me sinto desconfortável quando chego em um lugar e não conheço ninguém, mas aos poucos vou me soltando e pá, a vergonha passa. Acho que blogar e timidez não tem nada a ver, são coisas que não combinam, não dá. Mas ao mesmo tempo, existem muitas blogueiras que só conseguem se soltar através de seus blogs e não pessoalmente, entendem o que estou falando? O meu maior desafio é gravar vídeos, gaguejo demais e olha que no caso só está eu e câmera, quando estou gravando ninguém pode passar por perto… Então é isso, se você é tímida, é melhor tentar deixar isso de lado, você precisa se soltar para seus leitores, aos poucos você chega lá. Beijocas!

conversa entre blogueiras pula araujoPaula Araújo, do Rio de Janeiro e do blog Gloss Dourado:

Então gurias, meu blog tem 8 meses e quase ninguém sabe da existencia dele. alguns familiares e amigos mais próximos sabem e mesmo assim eu fico morrendo de vergonha em dizer sobre ele. Antes eu postava no meu facebook os post do blog, até surgirem certos comentários que me magoaram, mas não deixei de postar até porque eu amo meu blog e tenho certeza que seria injustiça exclui-lo por conta de meia dúzia de pessoas que falaram mal. Apesar de ter o blog há um tempinho fico com receio do que as pessoas irão falar, mas sinto que estou perdendo essa timidez aos poucos, quando alguém fala que curtiu meu blog, meus videos, eu pulo de alegria, tanto é que uma vendedora de uma loja de cosméticos assistiu meus videos e acessava meu blog e me parou na rua pra me elogiar e terminou dizendo pra loja toda hahahaha
Creio que o maior problema da timidez das blogueiras são os comentários, mas gurias, é fato que você não vai agradar o mundo, mas com certeza aqueles que você conseguir agradar ao longo do tempo, sempre vão te deixar um carinho, vão te elogiar e pedir mais e é isso que você tem que levar em consideração. Aproveita esse caminho de blogueira junto com as pessoas próximas que te dão total apoio!

conversa entre blogueiras fernanda cordeiroFernanda Cordeiro, de Brusque (SC) e do blog com o mesmo nome dela:

Bom, sou muito suspeita a falar sobre isso haha. Tenho o blog a um tempão e somente minhas amigas mais íntimas sabem da existência dele. Até meus familiares quase nem sabem e os colegas e amigos da sala nem imaginam que sou blogueira! Sempre fui muito tímida e falar dele para as pessoas é bem complicado! Mas aos poucos estou criado coragem pra falar pra muita todo mundo e sempre dá aquele friozinho na barriga em só de pensar sobre a reação das pessoas, o que elas irão falar e tudo mais. Mas eu sei que durante um tempo muita gente vai meio que me zuar bastante, mas depois vai ser de muito legal. O estranho é que eu amo tudo que faço pelo blog e tenho muito orgulho, e o único problema é que tenho medo do que os outros irão pensar e falar. Estou com muitos planos para melhorar o blog! Já estou mudando o nome, o layout e todos os mínimos detalhes pra deixar ele bonitinho e receber os novos visitantes! Sei que essa minha fase irá passar e muita gente vai me parar e dizer: “Vi o seu blog e amei”

conversa entre blogueiras pauline marquesPauline Marques,  de Arapiraca (AL)  e do blog Quase que dezoito:

É complicado esse lance de timidez no inicio, logo quando cria um blog, principalmente se a sua cidade for pequena e as pessoas não entenderem muito disso, elas sempre vão achar futilidade. Logo quando criei o meu, contei logo a minha mãe e ela achou super legal, e quando chegávamos em algum lugar ela divulgava logo rs O tempo foi passando e essa timidez foi diminuindo, o blog cresceu um pouco e hoje minhas amigas sabem, o pessoal da faculdade e minha família sabe do blog e que o assunto tratado nele é moda em geral. Alguns continuam achando bobagem, mas preferem não se meter e quando se metem, eu procuro não dar muito ouvidos, pois é uma coisa que eu AMO fazer. E acho que é isso que tem que se fazer mesmo, quando é uma coisa que você gosta de fazer, o que os outros falam é apenas o que os outros falam, a gente aprende isso e se apaixona cada dia mais pelo que faz!

conversa entre blogueiras erikaÉrika Gevarauskas, de Praia Grande (SP) e do blog Sonhos de Garota:

Bom, desde que criei meu blog nunca tive essa coisa de querer esconder e não querer que as pessoas soubesse, quando tive a ideia de criar meu blog, logo contei pra minha amiga e ela me deu apoio e tudo, ai acabei criando, e sempre que eu fazia um post eu divulgava no meu próprio face e todos viam. As minhas amigas sempre souberam do blog, umas até comentam comigo algo que viram no blog e acharam interessante… Eu acho isso bem legal sabe, pessoas próximas que leem seu blog, mas sem ser como obrigação.
Sei que tem várias blogueiras que morrem de vergonha que algum conhecido descubra e tal, mas meus amores, pensem comigo, se algum conhecido viu seu blog e gostou, você tem que ficar feliz por isso e não com vergonha, é seu blog, seu cantinho, você quer que as pessoas saibam, então aproveitem…

conversa entre blogueiras paula paziniPaula Pazini, de Americana (SP) e do blog Fim do Furacão:

Sempre fui uma pessoa extrovertida, em poucos momentos da minha vida eu fui tímida. Mas confesso que no primeiro mês do meu blog eu ficava um pouco receosa com o quê postar. Depois de um tempinho, quando as respostas ao Fim Do Furacão começaram a ser positivas, eu perdi esse medinho e continuei sendo a pessoa extrovertida que eu sou pessoalmente, só que nos meus posts. Afinal, por que ter vergonha daquilo que me faz feliz?

conversa entre blogueiras michelli saturninoMichelli Saturnino, de Dourados (MS) e do blog Fashion Com Estilo:

Blogueira e timidez é algo que não dá pra andar junto pois vc ser uma blogueira e vc estar provando todos os dias sua auto-confiança pois ali vc expõe suas idéias, acredito que no inicio vc até pode ser um pouco tímida, mas conforme o tempo passa vc também vai vencendo essa timidez, pelo menos comigo foi bem assim, no inicio eu ficava meio embaraçada, mas logo fui vencendo lógico que não saio gritando que tenho um blog kkkkk, mas cada dia que passa quando vejo os comentários que as pessoas deixam isso me faz ter certeza que estou vencendo a cada dia e que estou conquistando meu espacinho no coração das pessoas. Meninas é isso acho que os dois não combinam por que na medida que o blog vai crescendo vão surgindo coisas tão bacanas que mais cedo ou mais tarde teremos que deixar de ser tímida…

E por último, o meu textinho:

conversa entre blogueiras mariana gomes

Eu me considero uma pessoa tímida. Não sou daquelas que se sentem à vontade com desconhecidos, nem mesmo quem está sempre fazendo piadas. Prefiro ficar na minha, observando mais do que chamando atenção. Com isso já dá para imaginar que eu também não me sinto tão livre para falar a todos que sou blogueira. Há quase 1 ano e 7 meses tenho criado meu espaço na internet, com tudo que eu gosto e me faz bem, porém são raras as pessoas próximas que sabem disso (minha mãe – valeu pela propaganda kkk -, minha irmã e uns 10 amigos). Até pouco tempo eu nem mesmo conhecia grupos de divulgação no facebook(!), então imagine muito menos gente sabendo dessa história. Mas foi a partir daí que comecei a compartilhar meus posts, tanto nesses grupos quanto no meu perfil, e só sei que valeu/vale á pena, coisas boas já aconteceram, inclusive a sorte de participar desse time de blogueiras. Ver que tem alguém que gosta do que você escrever é muito bom, motivador. Então, como um último recado para a galera tímida (o/), não tenham medo de espalhar o que você bloga, sintam orgulho e o resto se resolve! 😉

O que acharam dessa discussão? Também sentem vergonha em mostrar algo que fazem? Beijos! 😉

4

Respondendo selinho – 7 coisas sobre mim!

Oi gente! Dei uma folguinha no blog esses dias, porque tive que resolver umas coisas e estudar um pouquinho. Bem, já que estou de volta vim responder uma tag que foi passada para mim pelo blog da Camila Martins ( obrigada Camila! 😉 ) e pelo blog da Gabriela Ferreira (valeu, também Gabi!). Eu sei que um dia desses respondi uma sobre “coisas fashion”, mas fiquei feliz em ter sido indicada dessa vez! Garanto que não vou ficar repetindo posts assim, ok? 😉

Continuar lendo