2

#distrair6: Seis mulheres que mudaram o mundo da música!

Oi, tudo bem com você? Espero que sim! 😉

un womens day

Reprodução: www. UN. org

Esta semana é celebrado o Dia Internacional da Mulher. Há cerca de um ano eu fiz um post onde explicava o porquê de a ONU (Organização das Nações Unidas) ter escolhido o oito de março para essa data. Já que o motivo tem a ver com a indústria da moda, fiz em 2015 uma lista com 6 mulheres que revolucionaram o mundo da moda. Deêm uma olhada depois e entendam todos os significados desse período!

Confira aqui: 6 mulheres que revolucionaram o mundo da moda!

Este ano, lembrando daquele post, reuni 6 mulheres que mudaram o mundo da música com seus trabalhos. Essa indústria, majoritariamente comandada por homens, recebe a contribuição de mulheres que influenciam gerações e lutam muito para serem respeitadas no meio. Por isso não deixe de prestar atenção a cada uma das artistas a seguir, afinal 8 de março não é uma data para flores e chocolates apenas, mas sobretudo para reflexão.

Nina Simone:

nina simone.jpg

Provavelmente você ouviu falar sobre a Nina nos últimos meses, seja por conta do documentário na Netflix (What Happened, Miss Simone? / 2015) ou mais recentemente pelas polêmicas do filme biográfico “Nina” dirigido por Robert L. Johnson. Para alguém ser tão homenageada assim – ainda que essa homenagem falhe né, Robert? – só poder ser por uma boa razão.

Nascida Eunice Wayomon em 1933, Nina Simone é um dos grandes nomes do Jazz. Sucesso na década de 60, em que os movimentos pelos direitos civis eram fortes nos EUA, ela usou sua música para apoiar o movimento negro dali, afinal, como ela mesma dizia, não há como ser artista sem refletir seu tempo.

Nina foi uma artista que conheceu os dois lados da moeda da fama: foi do sucesso ao esquecimento. Teve sua trajetória marcada por situações conturbadas, tanto dentro como fora de casa. Dentro, foi vítima de violência doméstica. Já fora, tinha o racismo como empecilho. Foi no palco onde ela encontrou a liberdade que lhe era negada nos outros espaços.

Sendo assim, é importante que ela seja relembrada, pois ainda que a muito custo, Nina Simone foi capaz de romper barreiras. Continuar lendo